RÁDIO
MARINA DE OLIVEIRA

Perfil

foto-perfil8-221x182-acf-cropped
MURAL 20

Depois de Marina de Oliveira, a música gospel brasileira nunca mais foi a mesma. Ainda bem. A cantora, empresária, artista plástica, coreógrafa, roteirista, diretora, apresentadora de TV, ou, simplesmente, a adoradora promoveu uma verdadeira revolução na música evangélica, há 25 anos, contextualizando às canções e imprimindo novo conceito de qualidade e musicalidade. Hoje, coleciona 17 álbuns solos lançados, um DVD, um Grammy Latino (2010), pelo CD NA EXTREMIDADE, além da indicação anterior pelo CD EU NÃO VOU PARAR (2009). Sua principal marca? A ousadia.

Quebrar paradigmas não foi fácil. Mas Marina abraçou com coragem sua missão lançando mãos de rótulos e focando em seu objetivo: tornar a música cristã respeitada na sociedade e fazer dela um canal de evangelização. A dança, por exemplo, passou a ser vista não mais como exemplo de heresia nas igrejas evangélicas, mas como uma prática legítima na adoração a Deus.

Marina “abriu as portas” para a música gospel se apresentando em grandes casas de show no Rio de Janeiro – como o Canecão, Imperator e Metropolitan, hoje Citibank Hall – e produzindo eventos de grande porte (“Canta Rio”), onde reuniu mais de 200 mil pessoas (Quinta da Boavista – RJ, 1995). O “Canta Rio 99″, por exemplo, teve um público superior a 120 mil pessoas na Praça da Apoteose.

Marina também assinou a direção artística do Canta Brasil 500 (21/04/2000), o Canta Rio 2002 e, em 2004, o “Canta Zona Sul “, onde reuniu mais de 160 mil pessoas nas areias de Copacabana; assim como todos os grandes eventos do Grupo MK de Comunicação e os DVDs da empresa.

Como Diretora Artística da principal gravadora gospel do país, a MK Music (que detém 70% das vendagens do gênero, que hoje abocanha 30% do mercado fonográfico), Marina de Oliveira se tornou um dos principais expoentes do movimento gospel. Contribuindo grandemente para o crescimento qualitativo do segmento, conquistando o respeito da sociedade.

Filha do Deputado Federal Arolde de Oliveira e da empresária Yvelise de Oliveira, Marina se preparou para ser uma grande publicitária, inclusive com pós-graduação no exterior, além de ter cursado a faculdade de engenharia eletrônica. Mas com certeza Deus tinha planos diferentes para sua vida, e acabou por integrar todos os seus conhecimentos adquiridos em prol do crescimento do Seu Reino.

IMENSO AMOR (1986), ACREDITO NO AMOR (1988), CANÇÕES DE LUZ (1989), UMA VOZ DO CORAÇÃO (1991), ONDA DE AMOR (1992) e AO VIVO (1993), foram os seis primeiros álbuns lançados. Em 1996, após três anos sem gravar, Marina lançou os CDs MOMENTOS, volumes 1 e 2, apontados como o melhor trabalho musical de sua carreira até então.

Quem não conhece a canção “Faça Um Teste “? Pois bem, essa música mudou o conceito de música gospel, que até então era restrita a encontros segmentados e tinha um padrão estético mais rígido, sobretudo, na produção musical. A música que faz parte de seu primeiro disco, IMENSO AMOR, quando estreou ficou em primeiro lugar por vários meses nas principais rádios gospel do país.

Buscando levar seu ministério a outros países, em 1997, MARINA DE OLIVEIRA lançou SPECIAL EDITION, um CD com cinco músicas, e seus respectivos playbacks, em inglês. Mais um passo em sua busca em seguir a Jesus e levar sua palavra a todos.

Em 1999, Marina lançou em CD e CD playback, CORAÇÃO ADORADOR, um trabalho com canções profundamente inspiradas, que falam diretamente ao coração dos verdadeiros adoradores de Deus. Em novembro do mesmo ano, Marina de Oliveira teve a oportunidade de cantar seu grande sucesso na época, “Coração Adorador” no então Planeta Xuxa, exibido pela Rede Globo.

O 11º CD de sua carreira, AVIVA, chegou às lojas em 2000. UM NOVO CÂNTICO foi lançado em 2002. E em 2004 Marina inovou mais uma vez com o CD REMIX 17, onde reuniu mais de 17 sucessos (alguns em forma de Medley) de trabalhos anteriores, comemorando os 17 anos de sua carreira.

Nos anos seguintes, a própria cantora tomou a decisão de não mais gravar um álbum solo (inédito) até que algo diferente acontecesse em seu ministério. E aconteceu. O CD e DVD MEU SILÊNCIO – Ministração Profética Entre Amigos e Irmãos, lançados em 2006, marcam esta mudança. “Deus me deu uma palavra de unidade para a família de Cristo, começando pela minha casa, depois pela empresa e depois por onde Ele mandasse. Por isso, o nome entre amigos e irmãos”, conta a adoradora.

O CD e o DVD foram gravados simultaneamente no Garden Hall, na Barra da Tijuca (RJ). Marina explica que atravessou, voluntariamente, um deserto particular, esperando ouvir de Deus o comando para voltar a cantar. Prestes a completar cinco anos longe dos estúdios a cantora sentiu que deveria assumir uma posição diferente e não apenas ficar esperando, embora em nenhum momento tenha abandonado suas atividades como diretora artística do Grupo MK. Como recompensa, recebeu inspiração para compor. “Até completar o repertório, as canções vinham à minha mente com arranjos prontos”, compartilha.

Em 2008 Marina de Oliveira lançou seu primeiro álbum totalmente em espanhol. No repertório as principais músicas de sua carreira e também alguns sucesso gravados pelo grupo Voices – do qual faz parte. O resultado é surpreendente e chamou a atenção do mercado exterior por sua ótima interpretação. Os brasileiros também abraçaram a proposta, tanto que a música de trabalho, “Santo”, foi executada nas rádios e ganhou versão em videoclipe.

EU NÃO VOU PARAR, lançado em 2008, foi seu 16° CD pela MK Music, com o qual a cantora reafirmou o que seus admiradores nunca duvidaram: ela não vai parar de profetizar, interceder e adorar a Deus, seja de que forma for. Segundo a cantora, esse trabalho contou com a participação de dois profissionais e pessoas muito especiais. Respectivamente, a presidente do Grupo MK de Comunicação e mãe de Marina, Yvelise de Oliveira, e o renomado produtor musical, vencedor de dois prêmios Grammy Latino, Rogério Vieira (Rogerinho). A dobradinha deu tão certo que o CD foi indicado ao Grammy Latino 2009 como Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa.

Em 2010, Marina de Oliveira lançou, talvez, o trabalho mais significativo para sua vida e carreira. NA EXTREMIDADE é um álbum gerado após a cantora viver uma tragédia familiar. O repertório do disco foi rejeitado por Marina alguns meses antes do episódio. Após achar o CD com as músicas em seu carro e ouvi-lo novamente, veio a constatação: o repertório era apropriado para ser gravado por ela naquele momento. E o CD acabou conquistando o Grammy Latino 2010, como Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa.

“Eu tenho certeza que estas músicas estavam guardadas para serem gravadas por mim. Eu chorei muito quando ouvi o CD pela segunda vez. O Anderson Freire fez uma letra especialmente para este momento que eu estou vivendo e eu me sinto assim, na extremidade, tendo que vencer barreiras pessoais, tendo que colocar a fé à prova. Essa canção que ele fez se chama ‘Ferida Aberta’ que fala de como o meu coração está sentindo”, detalha Marina, destacando que as músicas rápidas estão bem agitadas, e as lentas, bem intensas. A produção foi mais uma vez de Rogério Vieira.

Prêmios:

Grammy Latino 2009
Indicação do CD Eu Não Vou Parar como Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa.

Grammy Latino 2010
Indicação e conquista do CD Na Extremidade como Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa

Redes Sociais

Assine aqui a Newsletter e fique por dentro das novidades.

(opcional)

Receber promoções do acervo da MK Music